segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

SISU: sistema normalizado faz inscrições triplicarem


Até as 19h de ontem, Sistema de Seleção Unificada já havia recebido 335 mil inscritos


Metade dos alunos não atinge nota média

Depois de dois dias de lentidão, o site do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) voltou a funcionar normalmente ontem, segundo o Ministério da Educação (MEC). Com isso, triplicou o ritmo de inscrições para as vagas nas universidades e institutos federais que usarão apenas o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) como critério de seleção.

Na sexta-feira, quando o sistema apresentava instabilidade, apenas 45 mil estudantes conseguiram se inscrever. Ontem, esse número foi de 137 mil, totalizando, até as 19h, 335 mil inscritos. Nos dois primeiros dias, o MEC recebeu 13 mil reclamações de estudantes que não conseguiam se inscrever.

Diante dos problemas, o secretário-executivo do MEC, Henrique Paim, disse não descartar a hipótese de prorrogar a primeira etapa do Sisu, que acaba na quarta-feira.

Mais procuradas

O bacharelado em ciências tecnológicas da UFABC (Universidade Federal do ABC), em São Paulo, é o curso mais concorrido até agora, com 8.769 candidatos. Entre os dez mais procurados, cinco são de medicina, três de direito, um de ciências tecnológicas e um de administração. lA divulgação dos resultados das provas do Enem mostrou que mais da metade dos 2,6 milhões de candidatos não atingiu a média de 500 pontos, estabelecida pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). Matemática teve o pior desempenho, com 57,7% das notas abaixo de 500. O melhor resultado foi em redação, com média de 601,5 pontos.

O desempenho foi ruim em linguagem, com 47% abaixo da média; ciências da natureza, com 48,7%; e ciências humanas, com 49,8%.

Apesar de ter tido os piores resultados, matemática também teve a maior nota: 985,1. As faixas de notas vão de abaixo de 300 pontos a mais de 900 pontos.

Um comentário: