sexta-feira, 29 de julho de 2011

Engenharias que não deveriam existir - parte 1


Todos nós que estudamos alguma engenharia ouvimos sempre falar daqueles novos cursos de engenharia que brotam nas universidades por aí. Este post dará uma atenção especial a elas, as mirabolantes engenharias que muitos ouvem falar mas ninguém conhece alguém que cursa as benditas!

  • Engenharia de Comunicações - O que diabos, um engenheiro de comunicação estuda a mais do que um engenheiro elétrico/eletrônico com especialização em comunicação? Precisava criar um curso novo? Imagine o seguinte diálogo:
    • -Oi, quanto tempo... tá fazendo o que da vida?
      -Opa rapaz, me formei em engenharia de comunicações
      -E o que você faz realmente?
      -Pow, eu faço coisas se comunicarem e gerencio essas comunicações...
      -(Poker face)

  • Engenharia de Custos - Uma das mais WTF de todas! É tipo um Engenheiro Civil, que fica cuidando dos custos das obras pra ficarem dentro do orçamento e essas coisas. Eu admito que é bem importante para a engenharia civil... mas isso pra mim é um engenheiro civil manolão que só fica lá verificando o dinheiro.

  • Engenharia de Energia - Engenharia tipicamente brasileira... na prática é um engenheiro elétrico que sabe um pouco sobre combustíveis (pra energia tirada de combustíveis) e o resto ele estuda em máquinas elétricas (reatores, transformadores e tudo mais em usinas eólicas e hidrelétricas)... Francamente, essas engenharias não precisavam existir

  •  Engenharia Sanitária - Essa é literalmente uma m**da, o cara estuda esgoto velho!

Bom, vocês que fazem esses cursos, levem na esportiva... E aguardo sugestões de mais engenharias WTF

      Troca de Links

    50 comentários:

    1. Hihihi muito interessante outra engenharia que eu acho que é uma merda é ENGENHARIA AMBIENTAL, de certo que a profissão é interessante, mas ser chamada de engenharia é foda, pra vc ter uma idéia, eles nem ao menos tem CÁLCULO srsrsr
      "É que rola um certo preconceito na UnB onde cursos que não tem cálculo e ciências humanas não merecem respeito sabe".
      srsrsrsr

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Cara eu fiz Engenharia Ambiental, e afirmo, É UMA MERDA, UMA BOSTA GRANDE, UM NOJO, por favor, não façam nenhum desses cursos novos de engenharia se não quer se foder, gastar dinheiro e se foder bunito cara!! E ainda nessas faculdades do cacete tipo UNC, os caras só querem grana e colocam uns professores de lixo! Se alguem querer fazer nessa área é ambiental e sanitária juntos, o CREA ta fodendo com os Ambientais!! Na UNC-Concórdia nunca, por favor!! Eu fui burro demais!!!

        Excluir
      2. O CREA É UMA MERDA TAMBÉM CARA, UMA BUROCRACIA E UMA DESORGANIZAÇÃO SÓ, ISSO SEM FALAR DOS INSPETORES QUE ANALIZAM OS PROJETOS E SEGURAM O MERCADO PARA ELES, A MAIORIA TEM EMPRESA NA CIDADE DAS INSPETORIAS, É UMA MÁFIA, IGUAL A MÉDICO QUE PROTEGE MERCADO!!
        TENHO NOJO DO CREA, ELES DEVERIAM ESTIPULAR DETALHADAMENTE E PADRONIZAR AS MATÉRIAS E CARGAS HORÁRIAS DOS CURSOS DE ENGENHARIA DO PAIS, JUNTO COM O "MEC", PARA NÃO LESAR OS PROFISSIONAIS!!!
        É ISSO AI QUE TEM QUE SER FEITO!! OS ARQUITETOS JA ESTAO CAINDO FORA E COM RAZÃO!!! MÁFIA DO DIABO!

        Excluir
      3. EU TO REVOLTADO, O CARA ESTUDA CINCO ANOS, 04 HORAS POR DIA, PAGA 700 CONTO POR MÊS AINDA ACONTECE UMA COISA DESSAS, VOU PROCESSAR TODO MUNDO CARA, SE BOBEAR ATÉ O MEC QUE LIBEROU A BOSTA DO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL NA UNC-CONCÓRDIA!

        Excluir
      4. E OUTRA, FACULDADE PARTICULAR SÓ QUER GRANA, SEM FINS LUCRATIVOS UMA BOSTA, O QUE MANDA É A GRANA!!

        Excluir
      5. Quem te disse Deivid, que engenharia ambiental não tem cálculo? QUANTA IGNORANCIA!

        Excluir
      6. Faço Engenharia Ambiental e Sanitária e Temos CALCULO 1-4 ainda, e NA UNC-CONCÓRDIA...

        Excluir
      7. Realmente faço Ambiental e sanitária na Unisul, tenho calculo 1-3 + uma matéria de Equações diferenciais, Endrio acho que vc está equivocado, Ambiental e Sanitária só vai até Calculo 3.

        Excluir
      8. Este comentário foi removido pelo autor.

        Excluir
      9. O problema é a faculdade que é um lixo então, deveria fechar pq na faculdade pública que estudo, Eng ambiental tem cál do 1 ao 3, fenômenos de transporte I e II, eletricidade,mecânica,fis I,II,III, Eletrodinâmica e muitos outras matérias com cálculos.

        Excluir
    2. Não concordo com você, sou estudante de engenharia civil e vejo com muita importância a criação de cursos como o ambiental, sanitário e produção civil. Eles focam muito mais em áreas específicas, que são de extrema importância para o dinamismo do mercado e da própria formação,você talvez não tenha percebido, mas os cursos de engenharia em geral estão se integrando cada vez mais a outras áreas como medicina, biologia e computação. Não podemos limitar o desenvolvimento de novos cursos que fazem de um profissional mais especializado.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Amigo, adianta fazer um curos desses e enviar ART para o CREA e não passar nada!! Senhores, vão pelo tradicional e escolham uma faculdade e um curso bom com anos ja de andamento!! Curso novo a pessoa serve de cobaia! AMBIENTAL NÃO DEVERIA EXISTIR, teria que ser ambiental e sanitária só!
        Cara, o ENGENHEIRO CIVIL ASSINA TUDO, FAÇA CIVIL DE UMA VEZ E SE ESPECIALIZE NO QUE QUISER, MECÂNICA É BOM TAMBÉM, AGRONOMIA TOO!!

        Excluir
      2. Amigão da uma olhada na grade curricular de EAER da UFRA http://www.portal.ufra.edu.br depois engo-lhe tudo que vc disse.

        Excluir
    3. Eu concordo com o comentario acima, cada dia novas áreas do conhecimento são descobertas o que aumenta a quantidade de assuntos que uma pessoa de uma determinada área precisa saber. É a mesma coisa com engenharia da computação, antes era só engenharia elétrica, hj o que um engenheiro da computação precisa saber se difere em muita coisa sobre o que um engenheiro elétrico necessita. E por isso que uma quantidade maior de cursos, desde que com uma grade curricular reformulada e com um objetivo claro deve ser formado para que o conhecimento passado seja aplicado da melhor forma. E não fique somente um conhecimento superficial do assunto!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. NÃO FAÇAM ENGENHARIA AMBIENTAL, O CURSO NÃO ESTA DEFINIDO AS ATRIBUIÇÕES NO CREA, NÃO PASSA NADA!!!

        QUEM AVISA AMIGO É!!!

        Excluir
    4. deivid

      eu faço Engenharia Ambiental na UFES, e tenho Calculos 1,2 e 3.
      Física 1,2
      Fenomenos de transporte 1 e o avançado ...
      Quimica geral, Quimica anatilica ...
      Termo...
      e etc
      proucure saber antes de sair por ai falando ;D

      ResponderExcluir
    5. pelo contrário... engenharia ambiental é importantíssima

      ResponderExcluir
    6. Boto fé na engenharia ambiental, agora engenharia sanitária nunca vi falar... Alguém ae me explica o que isso faz?

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Dimensionamento de Estação de tratamento de água, esgoto, projeto de Drenagem urbana, projetos de instalações hidráulico-prediais.

        Excluir
    7. é isto ai matheus tbm curso Engenharia ambiental pela UFSM e temos base de qualquer Engenharia, eu acho que as pessoas devem estudar a grade curricular dos cursos para depois sair falando
      grande abraço

      ResponderExcluir
    8. Engenharia Ambiental é quase a mesma coisa que engenharia Sanitária.

      eu faço engenharia ambiental e tenho Calculo 1~4, Física 1~4, Programação, tudo.

      ResponderExcluir
    9. Eu curso engenharia sanitária e ambiental na UFBA vejo Calculo 1-4, física1-3, programação, química geral e química orgânica! E o curso de engenharia sanitária trata da exploração e do uso da água, dos projetos e das obras de saneamento básico e de saneamento geral, tais como sistemas de abastecimento de água, de esgotos sanitários , de limpeza urbana e esta diretamente ligado ao curso de eng. ambiental

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Então o que justifica a existência em separado dos dois cursos? Queria que alguém que faz pudesse me responder :/

        Excluir
      2. O engenheiro Ambiental e Sanitário assina os próprios projetos? Ou quem assina é algum outro engenheiro do órgão do CREA? Por isso que ocorre tantos barramentos, "não passa nada", como fala o comentário do"EU MESMO".

        Excluir
    10. Engenharia de energia não seria nuclear??

      ResponderExcluir
    11. Farei Engenharia de Energias Renováveis e Ambiente na UNIPAMPA esse ano, pois fiquei com medo da concorrencia de Engenharia Civil. Minha família ficou muito empolgada com o curso e agora eu tbm me empolguei depois de conversar com pessoas que fazem. O que vcs teriam pra me dizer?

      ResponderExcluir
    12. carla, recomendo procurar se o curso tem reconhecimento no MEC e no CONFEA

      ResponderExcluir
    13. É Universidade Federal, com certeza o curso é reconhecido pelo MEC e CONFEA. Minha insegurança é quanto a sua crítica de que Engenharia de Energia nao precisaria existir. Em partes eu concordaria com vc, mas um engenheiro elétrico não estaria capacitado para assumir um ramo que exigisse, por exemplo, combustíveis e vc sabe que nao se limita por aí. Não tô defendendo o curso que iniciarei, gostaria de críticas que me ajudem a decidir melhor sobre fazer ou nao, pois Renováveis tomará 5 anos da minha vida, no mínimo, em aulas (horário integral) e espero que realmente possa valer a pena. Já to matriculada, mas qualquer coisa mudaria pra civil futuramente.

      ResponderExcluir
    14. por animal que falou que eng ambiental naun tem calculo??em que universidade de merda vc estuda??eu faço eng ambiental e tenho calculo1,2 e 3, Vetores e Geometria Analitica,Fisica 1,2 e 3, quimica, laboratorio de quimica,laboratorioa de fisica, Algebra Linear, programaçao e algumas outra, larga mão de de falar oque naun sabe, se vc pesquisar vai ver que Eng Ambiental eh uma das areas que mais crescem e eng ambiental esta sendo cada vez mais se tornando impotante!!

      ResponderExcluir
    15. É por comentários estúpidos assim que o Brasil não cresce.
      Não podem esquecer: quanto mais ramificações, maior a produção e a atenção em cada setor.
      Vão estudar um pouco das universidades europeias, norte-americanas, etc. Idiotas.

      ResponderExcluir
    16. É por comentários estúpidos assim que o Brasil não cresce.
      Não podem esquecer: quanto mais ramificações, maior a produção e a atenção em cada setor.
      Vão estudar um pouco das universidades europeias, norte-americanas, etc. Idiotas.

      ResponderExcluir
    17. Falou merda de mais,sem ao menos conhecer os cursos e a grade curricular de cada um.Estude e pequise antes de falar tanta asneira.Nada mais a declarar.

      ResponderExcluir
    18. eu faço engenharia de energia na universidade de brasília, todas essas atribuições são verdadeiras, mas ainda tenho receio do curso, espero ter feito uma boa opção!

      ResponderExcluir
    19. Faço engenharia ambiental na Faculdade Pitágoras e tem cálculo pra caramba.

      ResponderExcluir
    20. Algumas engenharias eu concordo, afinal são áreas menos "luxuosas" mas que precisariam de ramificações dedicadas da engenharia (nos tempos de hoje, eu enquadraria ambiental, sanitária e algumas outras nessa categoria) mas outras engenharias são basicamente redundantes!
      Como você disse, Engenharia de Comunicação: Que porras eles vão estudar que um engenheiro elétrico com especialização em telecomunicações não estuda?

      Outra, engenharia de controle e automação e engenharia de automação. Ao meu ver essas duas batem de frente com o propósito da engenharia mecânica, mecatrônica e a própria elétrica, que abordam implementação de processos produtivos para projetos e automatização de produção...
      E olha que são oferecidas por federais.

      Olha, vai ver quem estuda alguma dessas sabe a importância delas, mas eu, aqui de fora, do departamento de mecânica, não entendo...

      ResponderExcluir
    21. Este comentário foi removido pelo autor.

      ResponderExcluir
    22. Este comentário foi removido pelo autor.

      ResponderExcluir
    23. SOMENTE UM NERD IMBECIL QUE FICA O DIA INTEIRO DISPUTANDO QUEM DERIVA E INTEGRA MAIS RAPIDO IRIA ESCREVER UM TEXTO TÃO ESTÚPIDO. NO MÍNIMO DEVE ESTAR COM MEDO DA CONCORRÊNCIA DESSAS ÁREA EMERGENTES. MEU QUERIDO, ENERGIA É QUESTÃO CHAVE DO SÉCULO XXI, E ESSE CURSO DE ENGENHARIA DE ENERGIA É UM DOS QUE MAIS CRESCE. SOU DA ÁREA MECÂNICA E VEJO COM BONS OLHOS ESTE CURSO. SUA VISÃO É LIMITADA E VOCÊ SÓ ENXERGA A PARTIR DA PERSPECTIVA DO CREA, QUE NA MINHA MODESTA OPINIÃO NÃO PASSA DE UM CARTÓRIO.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Eu curso engenharia ambienral e sanitária, tenho cálxulo 1, 2, 3,física 1, 2 , 3, álgebra linear, fenômenos do transporte, gidráulica 1 e 2, vetores, vai se informar antes de falar bobagens meu caro!

        Excluir
    24. Eu ainda não entrei na universidade (e na verdade nem será em Engenharia) mas tenho um certo comentário a fazer. O que eu vejo (e nem é novidade citar) é que esse país não sabe aproveitar bem o processo científico, a pesquisa. Esses cursos foram criados com a necessidade imediatista de abastecer uma indústria em áreas específicas. Alguns cursos (ou o relativo interesse dos graduandos) talvez não alcancem visões mais abrangentes em algumas noções por ficarem desde o começo numa direção única para chegar numa determinada função. Eu acho que as áreas de base deveriam receber uma merecida manutenção em seus horizontes e preparo científico e o então graduado arquitetaria sua especialidade com um arcabouço mais amplo de noções. Essa distribuição nova é p***mente mercadológica. Saindo das engenharias, eu me pergunto o que diabos é, em essência (sem valorizar muitos conceitos distribuídos em catálogos "internéticos") "ECONOMIA DOMÉSTICA". Vejo até uma deturpação morfológica da palavra e filosófica da fundação da área, pleonasmo um tanto escroto; o nome "economia" por si só tem a ver com "casa", "gerenciar o doméstico" ou algo assim.

      ResponderExcluir
    25. Outra merda de engenharia é a tal da engenharia química......vc estuda q nem um camelo (em tempo integral, pelo menos na UFPR) se fode ao cubo pra c formar, e quando acha q vai se dar bem, vc toma bem no meio do seu cú, pq naum tem emprego pra vc.... dai vc fica frustrado e desempregado.....e vendo a televisão vender a imagem de q faltam engenheiros na merda do Brasil. Agora eu me pergunto o qq adiantou tanto empenho pra c formar em uma faculdade de renome, c eu contínuo na mesma merda d antes.........conselho de amigo c for fazer uma engenharia escolha entre mecânica, elétrica, civil e produção..... e mais c vc quer ter o status de engenheiro sem esquentar muito a cabeça faça civil ou produção.....

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Me formei em engenharia química no começo do ano, e não consegui nada por enquanto, e você Tiago conseguiu algo?
        É frustante estudar tanto e não ver retorno em nada, é triste ver o país facilitando a entrada na universidade, mas o que deve ser feito no momento é investimento em tecnologia, muitos engenheiros desempregados :/

        Excluir
    26. Outra merda de engenharia é a tal da engenharia química......vc estuda q nem um camelo (em tempo integral, pelo menos na UFPR) se fode ao cubo pra c formar, e quando acha q vai se dar bem, vc toma bem no meio do seu cú, pq naum tem emprego pra vc.... dai vc fica frustrado e desempregado.....e vendo a televisão vender a imagem de q faltam engenheiros na merda do Brasil. Agora eu me pergunto o qq adiantou tanto empenho pra c formar em uma faculdade de renome, c eu contínuo na mesma merda d antes.........conselho de amigo c for fazer uma engenharia escolha entre mecânica, elétrica, civil e produção..... e mais c vc quer ter o status de engenheiro sem esquentar muito a cabeça faça civil ou produção.....

      ResponderExcluir
    27. Eu fiz Engenharia Eletrônica Ênfase em Telecomunicações e tomei no cú...agora estou fazendo Civil para aproveitar matéria e não fuder com tudo....

      ResponderExcluir
    28. CUROS TÉCNICOS COM CREA-RJ https://www.escolatecnologicarj.com.br

      Automação Industrial - ênfase em Instrumentação e Calibração Industrial
      Mecatrônica - ênfase Automação e Robótica
      Eletrotécnica - ênfase em Automação e Manutenção Industrial
      Eletrônica - ênfase Naval/Petróleo
      Edificações - ênfase Indústria Naval/Construção Civil
      Segurança do Trabalho - ênfase Ambiental, Industrial e Construção Civil
      Meio Ambiente - ênfase em Monitoramento e Educação Ambiental
      Petróleo e Gás - ênfase em Indústria Petroquímica
      Telecomunicações - ênfase em Telefonia Móvel e sistemas de PABX

      Os horários são:
      Manhã: 08:30 às 12:00
      Noite: 19:00 às 22:00
      Sábados: 08:30 às 17:00
      Duracão de 13 meses durante a semana e 18 durante aos sábados.

      Valores:
      Para a unidade Maracanã estamos com a isenção total de matrícula e a mensalidade de 400 por 226 mensais para o turno da noite
      e 190 para o turno da manhã e aos sábados.

      Aos alunos que foram contactados para estudar na unidade Centro, aproveitem pois encerramos as turmas e abrimos na unidade maracanã
      com esse desconto para matrículas até a próxima quinta feira dia 21/05.
      Sua chance de conquistar o CREA-RJ e uma certificação técnica de qualidade. Nossos professores são do CEFET-RJ e os laboratórios totalmente equipados.


      Endereço:
      Rua Oto de Alencar 39 - Maracanã RJ, próximo ao CEFET e ao Colégio Militar.
      Estação de São Cristóvão para metrô e trem.

      telefones:
      fixo - 3287-1122
      claro - 97636-3807
      tim - 9814-6080
      vivo - 99844-4941
      oi - 98409-5552
      nextel - 97009-3638
      id 35*17*36185
      whatsapp - 2198342-6638
      skype - estec.rj
      :: atendimento 24hs!

      att,
      Prof. Eduardo Paes Leme.

      ResponderExcluir
    29. muito show o blog! matemática é loucura pura!
      http://www.escolatecnicarj.com.br

      Obrigado!!!

      ResponderExcluir
    30. Eu curso Eng Ambiental e tenho cálculo 1, 2, 3, física 1, 2, 3;fenômeno do transporte,hidráulica 1 e 2, bioquimica, álgebra linear, matemática, aplicada, então antes de falar besteiras procure se informar ora não pagar mico!

      ResponderExcluir
    31. Para se destacar no mercado é importante acrescentar sempre mais conhecimento e para isso nada melhor do que fazer um curso técnico da área! Eu aconselho dos cursos da Comêxito que são muito famosos no mercado.
      Confira aqui as melhores opções: https://www.facebook.com/comexito.com.br/ e https://www.linkedin.com/in/com%C3%AAxito-consultoria-e-engenharia-ltda-13581132?trk=hp-identity-name

      ResponderExcluir